sexta-feira, 18 de maio de 2018

SONHO DE ROSAS

(de) Edison Borba

Era uma rosa vermelha, mas ela queria ser rosa
Encontrou com uma amarela, que também queria ser rosa
Chegou uma azul e outra vermelha – todas querendo rosa ser

Mas elas já eram rosas! Rosa flor! Rosa de jardim!
Todas bonitas, amarelas, azuis ou vermelhas
Eram magníficas com suas cores lindas de ver e viver
Mas todas queria rosas ser!

Por que?

Já não lhes bastavam ser rosas?
Eis que surge uma rosa cor de rosa
Linda encantadora, chegou para lhes propor
Que todas se unissem para formar um lindo buquê!
E assim as rosas vermelha, amarela e azul rodearam a rosa rosa

E abraçadas felizes todas puderam uma só rosa ser!

******




                      Buquê Rosas Cor de Rosas | Florisbella Floricultura

PLANETA MULHER

Útero que me gerou
Seios que me amamentaram
Colo que me acalentou
Planeta mulher
Estrada que me guiou
Até que eu pudesse andar
Mãos que me afagaram
E minhas lágrima enxugaram

Planeta mulher
Ao habitá-lo, outros seres poderei gerar
Dando continuidade à vida

No planeta Terra que é seu planeta
E a você que é um planeta
Completamente dotado
Para gerar, alimentar e amar
Planeta mulher: mãe matriarca

Habitável por vocação
Tens o dom da manutenção
E do equilíbrio social
Tens o dom da vida
Mas, parir é não é seu ofício
É dádiva é esplendor
Dada pelo Senhor
Amar é a sua maior condição
Planeta mulher
És minha mãe, mulher e amada
És minha origem
És o que sou,
Seu filho gerado e amado
Seu filho ... seu ... absolutamente ... seu

****************************************************  

Dia 22 de abril - Dia Internacional do Planeta Terra - Instituto ...
À TODAS AS MULHERES DO PLANETA TERRA, QUE NADA
MAIS É QUE O PLANETA MULHER.

MORTE DE MÃE!

(por) EDISON BORBA

        Morre
        Mulher
        Matriarca

Mãe

Em seu útero
        Fui gerado
        Vida
        Em seu peito
        Alimentado
        Vida
        Em seu colo
        Aconchegado

Amor

Por suas mãos caminhei
        Sua voz  me guiou
        Seu carinho me confortou
        Mulher fortaleza
        Matriarca por condição
        Mãe por vocação
        Nas noites escuras
        Me  protegeu
        Nas dificuldades
        Me  acolheu

        As mães
        Deveriam ser imortais
        O que fazer ao perdê-las?
        Quem nos irá  nortear?
        Quem irá nos acalentar?
        Em que colo chorar?
        Ver seu corpo num caixão
        É dor que dói demais
        É perder o rumo o caminho
        Sou adulto e estou perdido
        Sou um órfão
        Sou solidão

Mãe, acorde
        Não me deixe sozinho
        Solitário
        Perdido
        Acorde mulher!
        Volte a viver
        Preciso do teu abraço
        Preciso do teu afago
        Preciso de você

**************