quinta-feira, 21 de junho de 2018

MAIS UMA CRIANÇA MORTA NO RIO DE JANEIRO!


(por) Edison Borba






O menino Marcos Vinicius da Silva, de 14 anos, baleado durante um tiroteio no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio, não resistiu aos ferimentos e morreu na noite desta quarta-feira. Ele foi atingido na barriga quando estava a caminho da escola, por volta das 8h da manhã acompanhado pela mãe.
O Brasil em tempo de Copa também está em tempo de mortes!

O TEMPO É DE DEUS!


(por)Edison Borba





Os calendários brasileiros marcam a chegada do inverno. Porém, nosso País continuará a conviver com múltiplas temperaturas. O sol brilhará diferentemente entre o sul, o norte, o nordeste e o sudeste. Os humanos apesar de toda a sua tecnologia não consegue alterar esta condição. Existe um PODER que controla os “sentimentos“ da natureza, mesmo quando para nós se apresentar como “catástrofe”.
Jamais conseguiremos alterar à perfeição DIVINA, porque o tempo é de DEUS!

quarta-feira, 20 de junho de 2018

INACREDITÁVEL!


(por) Edison Borba




Telejornal da manhã deste dia 20 de junho de 2018, informa e mostra as imagens de uniformes para alunos de Escolas Municipais da cidade de Itaguai sendo jogados no LIXO.  
Pais e responsáveis por alunos informaram que há dois anos as crianças não recebem material escolar.
O que pensar sobre este fato? Estamos torcendo pelo Brasil na Copa. Nesse momento somos todos russos. Criança brasileira? Educação no Brasil? Interessa????

terça-feira, 19 de junho de 2018

CUIDADO POVO BRASILEIRO!

UMA PÁTRIA MUITO ESTRANHA!


(por) Edison Borba




São tantas indagações. São tantas perguntas. São muitas reflexões. São muitos gritos “entalados” nas gargantas, esperando o momento de sair e ecoar pedindo justiça. São muitos escândalos e denúncias. São homens e mulheres ocupando cargos públicos, ostentando ficha criminal. Quem cuida dos direitos humanos é preconceituoso e desumano. E assim vamos observando que no Brasil, quem toma conta das galinhas é a raposa, e quem cuida das ovelhas são os lobos.
Estamos em época de eleições, hora de ficarmos atentos! As  “às raposas e os lobos” estão prontos para agir! Cuidado, estão  usando capas de cordeiro!

Terra adorada / Entre outras mil / És tu, Brasil / Ó Pátria amada!

A TAÇA DO MUNDO É NOSSA!!!!


(por) Edison Borba





Quase não damos importância para esta questão, mas ele está presente durante toda a nossa vida. Ao nascermos, nossa fome começa a ser controlada pelos horários das mamadas. Depois vem a troca das fralda e o aprendizado de como e quando se devemos usar o banheiro. E assim, passo a passo, aprendemos a ter controle sobre o nosso organismo. Família, escola, igreja, isto é, a sociedade em geral vai nos informando e educando a sabermos dosar nossas vontade e instintos. Raiva, medo, ódio, amor entre outras reações também aprendemos a lidar, tal como aprendemos a controlar nossa sede e fome. Não esqueçamos que também o sexo entra nesta lista.
Infelizmente, o Brasil está vivendo uma séria questão de “EDUCAÇÃO” em total e pleno sentido. Diariamente acompanhamos crimes bárbaros, violência gratuita, descontrole com o uso de bebidas, desrespeito às leis e muito mais, acontecendo em todas as camadas da sociedade. O rico que tem fome desmedida de poder. O consumo de drogas por uma classe média alta, que mesmo tentando ostentar uma intelectualidade, ajuda a manter a rede de narcotraficantes apenas para saciarem a suas “inocentes” tragadas e cheiradas. E na outra ponta, um grande número de seres humanos criados à deriva. Crianças e jovens que vivem conforme seus instintos determinam. Como feras, que atacam suas presas em qualquer lugar e situação. Desta forma, não há canhões, carros blindados, policiais e estratégias militares que poderão resolver. Temos um problema secular que também será secular a sua solução.
Educação! Educação desde o berço! Educação séria para todas as às classes sociais. Lei é Lei, seja para o pobre, o rico, o artista, o vereador, o senador e até o Presidente. Enquanto os próprios juízes ignorarem e desrespeitarem as regras do jogo DEMOCRÁTICO, o que teremos é fogo em folha seca, que logo se apaga e o vento leva.
QUE DEUS PROTEJA O BRASIL!

segunda-feira, 18 de junho de 2018

FUTEBOL E O POVO BRASILEIRO!


(por) Edison Borba




Dia 17 de julho marcou um encontro, entre duas escolas esportivas: Escola Suiça x Escola Brasileira, ambas formadas por homens, que treinados por um “professor” entram em campo com um único objetivo: ganhar, pois estão ganhando (dinheiro) para executar tal tarefa.
Deste jogo, podemos destacar algumas observações, que podem servir para o processo de ensino aprendizagem
Quanto à escola Suiça, pouco podemos informar, pois não se trata da nossa casa, isto é, das nossa Pátria. Porém, quanto aos alunos e professores da escola brasileira, podemos arriscar algumas observações.
>Jogar futebol profissionalmente é uma forma de trabalhar, logo, como qualquer trabalhador, operário ou doutor, o trabalho tem que ser encarado com responsabilidade.
>Concentração, seriedade, humildade e competência também são ingredientes que ajudam aos bons profissionais.
>Importante lembrar aos trabalhadores do futebol, que seleção não é família e nem casa da sogra, mas sim um grupo operativo, que está reunido temporariamente para conseguir um único objetivo, a Copa.
>Trabalho de grupo tem que ter tarefas definidas e um líder não pode ser um ídolo.
>O ambiente profissional, não pode ser confundido com espaço recreativo.
>Cada jogo é uma tarefa a ser cumprida da melhor forma possível. >Jogadores profissionais são pagos (e muito bem pagos) para trabalhar, estudando e levando a sério cada jogo, onde as tarefas devem ser convenientemente divididas.
>Os bons profissionais, não tentam vencer através de manipulações, choro, lágrimas e colocando a culpa em outros personagens.
> Aprender é tarefa constante. Cada dia é um desafio a ser vencido. Cada jogo é uma tarefa a ser levada à sério, com menos preocupação com o visual e mais responsabilidade para com a Pátria a qual vocês estão representando.